15/05/2009

no tempo das caravelas

2 comentários:

  1. No tempo das caravelas elas "palmilhavam" também no difuso; difuso era o tempo, o mar, as (in)certezas, as rotas...

    Trabalhar a fotografia/imagem é um gosto imenso, não é? É quase um desafio para quem está cá deste lado; um desafio que nos pode aproximar ou afastar da realidade que a foto possa conter.

    Um abraço

    MV

    ResponderEliminar
  2. Vê-se que, da minha parte, há esse mesmo desafio, o mesmo gosto, o mesmo jogo de aproximação e distanciamento e, muitas vezes, deixar alguma coisa no ar, porque o desfoque serve também para mostrar que a maneira habitual de ver a realidade não é a única possível e mesmo essa realidade pode ter outra com ela ou nela.

    ResponderEliminar