18/02/2021

O excesso de luz aumenta a escuridão



 

Olhares

 


: aquela primeira reta azul olha o candeeiro. Este se ergue, direito como ela, mas no cimo curva-se ligeiramente olhando a porta da casa em frente, fechada por uma grade. Só uma reticência me fica: há uma pequena casa no quintal com uma porta aberta e até me pareceu que estava alguém sentado junto a ela. Mas não, era só uma cadeira branca e vazia sentando uma ausência ali. Para onde foi aquela pessoa?



17/02/2021

Retângulos contra a ondulação

 


...apesar de Gaudí, continuam sendo predominantes os edifícios retilíneos, caixas retangulares, com suas linhas horizontais alisando o chão curvo e suas linhas verticais substituindo as montanhas. É o que dá mais jeito. As nuvens e as ondas de água e de areia formam-se e desfazem-se, indiferentes àquilo que está ali. Não permitem racionalizações no seu desenho, porque a racionalização eliminaria o movimento e o movimento é feito de curvas, oscilações, vibrações. 
Os moradores das caixas assustam-se de quando em quando. Para se salvarem, contemplam.


16/02/2021

Despedida

 


Rimava assim o velho, sem se rir: se não sou gago, não gaguejo.
Pão=pão; queijo=queijo.



Em memória de um voto

 


um voto, uma oferenda, uma promessa
uma memória do futuro que não veio
ainda - somos nós
palmilhando as margens de areia e espuma