22/04/2021

Metalinguagem fotográfica

 Paulo Leminski:

Quem há-de dizer das linhas
Que as ondas armem e não armem?



Depois do rio

outra história para contar



 

Red shoes

 ironicamente, "We have the advent of Technicolor to thank for the ruby shoes adorning Judy Garland’s feet: shiny sequins with bugle beads on the toes providing a perfect contrast to that tirelessly followed Yellow Brick Road."




18/04/2021

Entardece nitidamente

no mapa das feridas




 

Descendência:

Ao me reencontrar, a meio do outono refrescante, 
a luz encontrou minhas raízes e amanheceu
com sua penugem verde sobre as crostas, a terra
lamacenta e as folhas caídas acastanhando o solo.
Lembrar, para depois esquecer...


 

15/04/2021

Capricho de mulher

 O sentido original da palavra capriccio parece ter sido o de arrepio, calafrio (de medo); só mais tarde veio designar o desejo, o desejo bizarro, extravagante e insistente.

A etimologia indo-europeia de mulher remete-nos para aquela que amamenta, a partir de uma raiz que significava mungir e, também, por sinédoque, passou a significar leite em inglês (milk). O leite branco e as formas arredondadas, dançantes, do corpo da mulher estão simbolizados nessa imagem, que (não sei porquê) me provoca também a sugestão de capricho e de arrepio: 



Vida e morte no mar

Agora imaginem uma orquestra cujas melodias transcrevem o marulhar das ondas e o ritmo das luzes nesse limite entre terra e água, salgada. Não admira que nessa margem nascessem os primeiros seres celulares (ainda unicelulares segundo parece). 

Entretanto esta notícia 

"Composto associado ao surgimento da vida é encontrado no Mar Morto" 

não admira também.