Publicação em destaque

Átomos estéticos são também cognitivos

  “Quando vemos algo além de nossas expectativas, pedaços locais de tecido cerebral geram pequenos ‘átomos’ de afeto positivo. A combinação ...

21/02/2024

Muralha de Évora


fosso reconvertido


 

O futuro e o passado,

uma espécie de cacimbo -
se preferes, o orvalho.
Ainda assim caminharei.
A corda no chão.
A pedra no arco.
Vou separar a tristeza
da verdade
no alimento do caminho
sem névoa nem miragem
(isto que, de Amor,~
para ti guardo)


 

17/02/2024

Desconfio que não haja



estados alterados de consciência, mas apenas perceções divergentes, algumas não regularizadas, inúteis para voltar a casa, financiadoras de criatividades várias...


 

Sintra - primeiro

monte sacro


 

12/02/2024

Minutos depois,

o fluxo da memória...


 

Outra forma de centro:



Neste sentido, também, o cristianismo foi uma autêntica revvolução (face ao monolitismo a que se reduzia o monoteísmo): 1 passou a valer 3; 2 (terra e céu, vertical-horizontal) passou a valer 4 (benzam-se). 3+4=7; 3:4=0,75. 

 

11/02/2024

Expansão

retraída


 

A perceção não se dissocia

nem da criatividade, nem do conhecimento, estruturamos os dados imediatos da perceção assim que tocam nos órgãos dos sentidos os estímulos exteriores. Absorvidos na tarefa, quase automatizada nos primeiros passos, nem temos condições para observar tudo o que nos envolve então, nem todas as implicações e consequências do que percebemos e do que, de entre isso, consciencializamos.



07/02/2024

A liberdade põe em confronto

dois sistemas opostos: o da inércia e o da homogeneidade. A inércia trava a ação por princípios paralisantes e faz aparecer uma economia (também simbólica) paralela, subterrânea, que se organiza abaixo da vigilância, portanto numa ordem não discutível, que retoma por outra via a pior das homogeneidades: ou jogas ou morres; a homogeneidade condiciona a atividade ao rumo, a variedade ao indiscutível e, por aí, conduz à inércia também. Não há interseção possível, ou composição possível: em qualquer delas a liberdade perderia sempre a condição substantiva, dada a necessária estabilidade do sistema fixando as interseções e as combinações numa sequência, patente ou subterrânea tanto faz. Os sistemas todos oprimem, compondo um círculo vicioso. Daí o poder cognitivo, criativo e libertador da anarquia e da mística, do tao e do zen, do paradoxo e da vibração, que transcendem as limitações humanas em nome de nada que se possa definir.




 

06/02/2024

De barro e água


fez-se o homem, segundo as Escrituras, com o sopro divino e o verbo divino (há outro?) os animando. Com terra e saliva fez Deus um milagre que devolveu a visão ao homem, segundo o Novo Testamento. Segundo a ciência, o primeiro organismo (ainda) unicelular vivo, de onde viemos todos os animais pessoas e não-pessoas (há não-pessoas?), nasceu entre a terra e o mar. Aqui está a origem, com sua palavra (bicéfala? penso que não).


 

03/02/2024

Não te iludas - o próprio tempo


fora apenas um instante, quando muito
a graça no prado verde junto ao rio,
um grito branco de silêncio.


 

02/02/2024

Je suis presque sûr


qu’il est interdit de penser 
sur ce navire



(Gary Shteyngart, romancista dos EUA citado no Le Monde de hoje)

 

01/02/2024

Dados mediatos de consciência -

"uma experiência contínua, que começou com os primeiros alvores da consciência e que prossegue por toda a nossa existência"



(Henri Bergson, Ensaio sobre os dados imediatos da consciência. Lisboa: Ed.70, p. 36)

 

Casal


de migrantes