14/09/2019

Memória do caminho


Av. Rio Grande Cassino, RS Brasil. A Av. está bem concebida, com uma larga faixa a meio onde cresceram as árvores e há equipamentos vários, incluindo pista para pedestres e bicicletas, bancos para descanso, pequenas estruturas de base que servem a festas, atividades culturais, dinamizações do espaço, principalmente ao longo do curto Verão. 
Não se tendo desenvolvido o turismo internacional na região, que podia reutilizar e revitalizar o centro antigo e o porto velho, também não se desenvolveu a pequena urbanização (que no entanto vai crescendo, se transformando lentamente em subúrbio de ricos e remediados) a que se deu nome de Cassino e que tem uma longa e excelente praia, onde qualquer carro pode rodar sobre as areias duras, que durante muitos anos serviam de caminho para o Uruguai. 
No Uruguai, precisamente, se encontra o exemplo oposto, com a criação do pólo urbano e turístico de Punta del Este, que o Brasil podia ter igualado ou superado, justamente aqui. 
O centro do Cassino se resume a esta longa Avenida, bem arborizada e realmente bonita, que leva até ao mar. Para os lados as ruas perdem asfalto, ficam enlameadas quando chove (e aqui chove também no Verão), as águas escoam em parte a céu aberto, em valas contornando as casas, enfim, há uma ausência gritante de planejamento, estratégia e sustentabilidade. É uma pena, para um lugar tão bonito.

Sem comentários:

Enviar um comentário