26/05/2020

Rua do Mercado - Benguela - Angola



Nessas manhãs de cacimbo
Em que uma alma penada
Não se atreve a ir ao limbo

(Cordeiro da Matta)